tascanight.blogspot.com               " Conversas sem ferrolho !!!? "                         Deseja boas vindas ao visitante                         Passe um momento agradável na nossa companhia   

" Conversas sem ferrolho !!!? ": Setembro 2007 *
***********************************************************
* * « EM SITUAÇÃO DE INCENDIO LIGUE 112 ou 117 . Ajude a protejer . » *
***********************************************************
Anúncio sem fins lucrativos , é o café da malta .
*
* SmileyCentral.com " Click aqui para mais informações " SmileyCentral.com
" Como lá chegar "
*
***********************************************************
*
. . * O tempo. Avisos da Protecção civil. Conselhos a seguir. *
* Previsões para os próximos dias *

***********************************************************

Porque pode acontecer a todos nós .

.

Telefone: 282 405 400

e-mail: dic.portimao@pj.pt

***********************************************************

. .
***********************************************************
" agloco " regista-te clica aqui .
***********************************************************

.

-  Edição de 15 setembro, 2007 -

 
..
( Mini blog-romance - Ficção ). .

( IX Episódio )
..
" Natércia "
( A Sopeira Dos Sonhos Traídos )




.....Sem sobressaltos e, na velocidade que lhe fora atribuída , acomodou-se no cais onde tantas outras vezes estivera . A nuvem de vapor rodeava-o como se um imenso manto de branca lã fosse . Finalmente o ligeiro solavanco sentido ao encostar , assinalava o fim da demorada viajem , que marcaria a vida da jovem beirã para sempre . Ali estava ela , vagarosamente descia os estribos da carruagem , de pequena mala castanha na mão , para ela era tudo novidade , o frenesim das pessoas atafulhadas de bagagem , que se movimentavam em todas as direcções , como se fossem formigas desorientadas , perdidas do formigueiro . Este foi o primeiro contacto com a sua nova realidade .
A prima , como prometido , esperava-a , de olhos postos nas composições depressa a avistou , chamando-a :

- Natércia , Natércia . ( Chamava Genoveva , no meio das pessoas que a ladeava . )
Ela boquiaberta , fascinada com o movimento cosmopolita , hipnotizada , levantou a mão devagar e acenou à prima com a mesma genica .
Genoveva , dirigiu-se ligeira , até à carruagem onde a prima se encontrava . Ela parada no último degrau , olhava tonta em seu redor . A prima pegou-lhe na mala , ao mesmo tempo que ela descia , pisando primeira vez o chão da grande cidade .
Abraçaram-se intensamente , depois , Genoveva , iniciou a conversa , bombardeando-a de perguntas :
- Então como estás ? Como estão os meninos ? E os teus pais , ficaram bem ? Que disseram eles ? ( Perguntava ela , de tão rápido quase que se atropelava nas palavras .)
- Estou bem , está tudo bem , ficou tudo bem ! ( Disse Natércia , largando uma gargalhada , enquanto olhava para a prima . )
- Estás linda ! ( Disse-lhe a prima . )
-Deixa-te disso ... fico sem jeito ! ( Retorquiu Natércia .)
- Vamos ? ( Disse Genoveva , ao mesmo tempo que começava a andar . )
Pouco depois abandonavam a estação dos caminhos de ferro , ao saírem, Natércia olhou para trás deslumbrada com a grandeza da gare e , com a sua beleza . Nunca tinha visto algo semelhante . Depois , depressa apanharam o eléctrico , que pouco depois iniciava a viagem , na direcção das entranhas da grande teia citadina .

.

.António B. (Moinante)
.
.
.Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência .

.Continua brevemente ..
.
.

***********************************************************

.

-  Edição de 01 setembro, 2007 -

 

.




.
..............................." Ao luar "
..
........................Ténue claridade envolvente
........................Tímida vence a vidraça
........................A cada momento que passa
........................Desperta o desejo ardente
........................Subtil realça no seu focar
........................Destemidas sombras em agitação
........................Movimentos beijados pelo luar
........................Ondulante jogo de sedução
........................Neblina da brisa passageira
........................Suave toque de seda preciosa
........................Cobertura fina e lustrosa
........................Das achas desta fogueira
........................Quem a trouxe também a levou
........................Devolveu o inspirante brilhar
........................De novo o enlace iluminou
........................Relevou o prazer do amar
........................São seres por ela iluminados
........................Luz dos momentos estonteantes
........................Dançam lentos os corpos amantes
........................Pelo brilho da lua alimentados
........................A cada momento que passa
........................Desperta o desejo ardente
........................Tímida vence a vidraça
........................Ténue claridade envolvente
.

.António B. (Moinante)

Etiquetas:


***********************************************************

.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?