tascanight.blogspot.com               " Conversas sem ferrolho !!!? "                         Deseja boas vindas ao visitante                         Passe um momento agradável na nossa companhia   

" Conversas sem ferrolho !!!? ": « Amar um " filho " , sem ser pai ... » *
***********************************************************
* * « EM SITUAÇÃO DE INCENDIO LIGUE 112 ou 117 . Ajude a protejer . » *
***********************************************************
Anúncio sem fins lucrativos , é o café da malta .
*
* SmileyCentral.com " Click aqui para mais informações " SmileyCentral.com
" Como lá chegar "
*
***********************************************************
*
. . * O tempo. Avisos da Protecção civil. Conselhos a seguir. *
* Previsões para os próximos dias *

***********************************************************

Porque pode acontecer a todos nós .

.

Telefone: 282 405 400

e-mail: dic.portimao@pj.pt

***********************************************************

. .
***********************************************************
" agloco " regista-te clica aqui .
***********************************************************

.

-  Edição de 18 janeiro, 2007 -

 

« Amar um " filho " , sem ser pai ... »

.
Continuação. .

................................( III Parte ) .

..... Chico , ali chegou , para grande admiração de alguns presentes , que o cumprimentaram como se á anos não o vissem :
- Viva Chico , até que enfim sais da toca . ( disse-lhe o Manel , companheiro dos trabalhos do campo ) .
- Não há quem te veja , pá . ( disse Hipólito , um grande amigo , dos tempos de escola ) .
- Desde as " sortes " que não te punha a vista em cima . ( disse Firmino companheiro de outros tempos , os dois tinham ido juntos á inspecção militar [ as " sortes " como se dizia no Alentejo ] , e que tinha andado por fora ) .
Um a um foram-no cumprimentando ...
- Tenho tido de fazer , sabem como é , esta vida não é fácil . ( respondeu o Chico , olhando em redor , como se procurasse algo ou alguém ) .
Entretanto , um deles , puxou a conversa , de que tanto se falava na aldeia , e o sucedido em casa de Vera .
- É rapaz , foi cá um serrabulho , lá prós lados da rua dos Hortejos , ainda agora que só visto . Agora , está tudo mais calmo ... ( disse o Manel , sem pensar ) .
Mas o Chico estava atento e perguntou de rompante .
- Então , o que é que se passou ?
- Queres lá tu saber , a Vera do Justino voltou para casa dos pais parece que ... ( sem deixar acabar a frase , Hipólito apresentou-lhe uma valente pisadela , ao que Manel caiu em si . )
- Podes dizer Manel , já sei o que se passa . ( disse o Chico olhando na direcção de Hipólito , tendo este tentado disfarçar , mas em vão . )
- Diz lá Manel , o que é que se passou ? ( insistiu o Chico ) .
- Foi o velho Justino , armou grande zaragata , por causa do regresso da filha ... ( confessou o Firmino , tentando limpar os companheiros , e não adiantou mais nada ) .
Enquanto o Chico pensava , os companheiros olhavam-se entre si , como que á espera de uma reacção negativa , por parte do Chico .
No desenrolar desta conversa , chega Cecília e o marido , prima de Chico e irmã de Afonso , que por coincidência , moram a paredes meias com Custódio , irmão de Vera , e chama-o á parte .
- Chico , posso falar contigo ? ( perguntou ela )
- Sim prima . ( disse o Chico , ao mesmo tempo que se afastavam ligeiramente do grupo cumprimentavam-se ).
- O meu mano , já me disse que te contou o que se passa , a Vera está em casa do irmão ... como te vi aqui , o que não é hábito , calculei o que cá vens fazer . Mas , para já , acho que deves ser paciente , o assunto ainda está muito fresco ... deixa acalmar as coisas . ( disse-lhe a prima , tentando que ele pensa-se melhor na vida dele , sem cometer loucuras ) .
- Sabes como é o Justino . ( disse o marido da prima ) .
O cérebro de Chico não parava , mas a prima tinha razão , ainda estava tudo muito verde , não havia motivos para loucuras .
- Têm razão , talvez esteja a pôr as mãos pelos pés ... Mas , foi mais forte do que eu , agi sem pensar . Sabem o que sinto por ela , não o consigo esconder , nem me importo que esteja prenha . ( confessou o Chico aos primos , de cabeça mais assente , e arrematou ) .
- Não posso ser tão desmiolado ... obrigado por me terem chamado á razão ...
Enquanto isso a música continuava a tocar , os pares rodopiavam de alegria no centro do salão . O Chico por instantes admirou-os e suspirou ...
Vicêncio acabado de chegar , encontrou Chico encostado á ombreira , apreciando os que bailavam , dando-lhe uma pancada suave com a mão nas costas , convidou-o para um copo no bar , ao que ele acedeu . Já no bar , Vicêncio pediu um copo de vinho e o Chico uma cerveja , sem grande vontade para beber , até porque ele nunca fora homem de bebidas , mas como era dia de festa e tristezas não pagam dividas , lá foi bebericando a custo . Os músicos param para um intervalo e o bar começou a encher-se de gente . O Chico pouco habituado a estas coisas , começou a sentir-se apertado , e como estava muito calor , decidiu sair para a rua , onde estava um pouco mais fresco . Cá fora , na rua , deu de caras com Custódio ( Irmão de Vera ) , que esfumaçava um cigarro acabado de enrolar , ambos se olharam e por breves momentos hesitaram o cumprimento , mas Custódio avançou ( até porque não havia nenhuma complicação entre os dois ) :
- Viva Chico , cá por cima hoje !! ( disse irmão de Vera admirado ) .
-É verdade , já não sabia o que era um balho á anos , vim-me distrair um pouco ... ( disse o Chico ) .
Custódio um homem brando , e conhecedor das razões de Chico , tentou ler-lhe a mente , e não se enganou no seu juízo , sem hesitar , recomeçou dizendo :
- Foi melhor assim , Chico . Pode ser que as coisas mudem e tu tenhas finalmente a tua sorte .
- Estás a falar do quê ? ( perguntou o Chico tentando disfarçar , enquanto olhava para o fundo da rua , tentando evitar o olhar de Custódio ) .
- Não finjas , sabes bem do que falo , ou queres tu dizer-me que não sabes o que se passa . A aldeia toda já sabe ... ( insistiu o irmão de Vera ) .
- Sim , e depois ? ( dizia ele , fazendo-se desinteressado ) .
- Isso é conversa sem coração , e eu não acredito que já não gostes da minha irmã , até porque te conheço muito bem , além disso vê-se nos teus olhos ... ( continuava insistente o Custódio ) .
- Em certa parte tens razão , mas ... ( Chico lembrou-se da conversa que tivera momentos antes com a sua prima e não se quis adiantar ) , mas , nada se sabe do dia de amanhã , hoje aqui , amanhã ali ... ( dizia ele sem se querer manifestar muito ) .
- Concordo ... ( disse Custódio ) .
O relógio da torre da aldeia , começava a dar a meia-noite e para o Chico a noite já estava feita ,olhando as estrelas iniciou as despedidas :
- Bem , vou á deita que o sono já espreita , até amanhã Custódio . ( disse ele sem fazer qualquer referência á Vera , mas por dentro só Deus sabe como ele estava com vontade de mandar um recado , mas conteve-se ) .
- Até amanhã Chico ... ( disse Custódio dando-lhe uma palmada nas costas ) .
.
.Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência
.
Moinante = A.J.S.B.
Continua brevemente ..
.

***********************************************************

.
Comentários ( diga de sua justiça ) Tesoiradas : . . .
O quê? Vai ter continuação? Olha que eu acho que já chega... Sério. Não vale a pena. Mas alguém te disse para escreveres ou deu-te uma pancada forte? Dizeram que tinhas jeito, é isso? É que não entendo... Estás a perder qualidades... Só para embirrar contigo porque provocaste. Ora toma.
 
. . .
Morena : és 5 estrelas , a sério ...
És como a minha filha tem sempre a resposta na ponta da lingua , dá-me luta ... e eu adoro ...
Obrigado pela visita .
 
. . .
Vim retribuir a tua visitinha e não concordo nada com a opinião da Morena, acho que deves continuar a escrever. Gostei da história e da tua maneira de escrever.
Bjs
 
. . .
Olá, :)
já cá tinha vindo ontem, mas não tinhas nada de novo. Ora bem o tal Hook, desapareceu neste capítulo. Para quem não sabe, o Hook é como que um gancho que faz o encadeamento entre os capítulos. É um pouco à Dan Brown, o que eu adoro. É tipo como quando as telenovelas acabam numa parte emocionante e: "Não perca o próximo episódio". Aqui assitimos ao fim do dia. Uma pausa bem conseguida para interiorizarmos as informações que já lemos. Eu estou a adorar a história e a maneira como é escrita (tirando algumas faltas de acentos, mas isso é o menos LOOOL). Concordo com o conceito Blogonovela, e só te aconselho a ter cuidado com os plágios, que isso hoje está muito na moda!! Desculpa tão grande comentário... mas sabes como são as mulheres, né?
Até já ;)
 
. . .
Ena pá... não é que há por aqui alguns nomes que eu conheço! Mais um pouco e quase que me sinto a viver nesta pequena vila. Continua amigo, que vais bem!!! Eu depois faço a compilação e edito o Best Seller!!!
 
. . .
Olá!!!


Tou a gostar!! Tou mesmo!!!
E depois escreves daquela maneira ligeira, falada! È Lindo!!!

Gosto!!!


Beijinhos!!!

:))
 
. . .
com tantos elogios nem sei o que dizer ... faço minhas as palavras já escritas
Bjinhos moinante .
 
. . .
só tu me fazes ler , tá estupendo ...
good weekend .

ps : já começas a ter sangue de escritor , ou é só impressão .
 
. . .
A alegria é um dom que se adquire a arte a tristeza que se transpira
em beleza...
Eu volto
Beijinhos
Belo
Conceição Bernardino
 
. . .
Olá, vim retribuir a tua vizita...gostei do que encontrei por aqui...grande inspiração!
Beijinhos e bom fim-de-semana!
 
. . .
4ª parte ...!?
Grande história ...!

Um BOM FDS!
Um abraço da matilde e cª!
 
. . .
Percorrer esta merecida página não é uma imposição, mas, tão-somente, um prazer lúdico, para ver a elegância, qualidade, de braço dado com a noção de estética e bem-fazer. Afinal, tenho a sorte de puder apreciar e visitar este agradável blogue. Óptimo fim-de-semana.
 
. . .
já recomendei a amigos *****
bom fim de semana .
 
. . .
Tá excelente! Vou já imprimir para o pessoal ler!!! Tás feito, agora já ninguem te perdoa se não continuares!!

Um Abraço!
 
. . .
Hum...o romance está no ar!!!!
Bom fim semana!
 
. . .
Para além do excelente novelista que te estás a revelar, tens um grafismo bloguista excepcional.
Parabens
Vou voltar mais vezes.
Um bom fim de semana
 
. . .
LINDO ....
 
. . .
Vvrrrrrrrrrrruuuuuuuummmmmmm... Isto foi só para me pagar. Ora vai buscar.

Só para te dizer que Deus escreve-se com maiúsculas.
 
. . .
Ah e muito obrigado pelo raro elogio da tua parte. Estamos no Natal e não dei conta?
 
. . .
os teus textos são de rara beleza parabéns .
 
. . .
oRA ATÉ QUE ENFIM UM aSTRALOPITÉCO AO MEU NIVEL:
Gostei do teu blog,e sem esquecer que és um grade novelista.
Torno a voltar .
Abracos
 
. . .
Então??? Demora muito a 4ª parte?
;)
 
. . .
Pois é.... ainda bem k deu ouvidos ás pessoas amigas e finalmente pôs-se a escrever digamos que "mais a sério". Eu poderia dizer muita coisa mas palavras para quê ? Está simplesmente espetacular, uma leitura muito agradável e fluente. Continue... não desperdice esse dom que Deus lhe deu.
Rosa Maria
 
. . .
ESTOU MUITO GRATO A TODOS VÓS , PELAS VISITAS E COMENTÁRIOS .
O MEU MUITO OBRIGADO .
 
. . .
Granda Chico... deve estar com o coração nas mãos...é o amor!!
 
. . . Enviar um comentário



<< Página Principal

This page is powered by Blogger. Isn't yours?