tascanight.blogspot.com               " Conversas sem ferrolho !!!? "                         Deseja boas vindas ao visitante                         Passe um momento agradável na nossa companhia   

" Conversas sem ferrolho !!!? ": « Amar um " filho " , sem ser pai ... » *
***********************************************************
* * « EM SITUAÇÃO DE INCENDIO LIGUE 112 ou 117 . Ajude a protejer . » *
***********************************************************
Anúncio sem fins lucrativos , é o café da malta .
*
* SmileyCentral.com " Click aqui para mais informações " SmileyCentral.com
" Como lá chegar "
*
***********************************************************
*
. . * O tempo. Avisos da Protecção civil. Conselhos a seguir. *
* Previsões para os próximos dias *

***********************************************************

Porque pode acontecer a todos nós .

.

Telefone: 282 405 400

e-mail: dic.portimao@pj.pt

***********************************************************

. .
***********************************************************
" agloco " regista-te clica aqui .
***********************************************************

.

-  Edição de 25 janeiro, 2007 -

 

« Amar um " filho " , sem ser pai ... »


Continuação. .

.......................................( V Parte ) .

.....
Justino , forçava a égua a tapar o caminho ao Chico . Cravava-lhe as esporas para a dominar nas suas intenções . Até ao momento , nem uma troca de palavras , simplesmente olhares ... Olhares de puro ódio , por parte do pai de Vera . O Chico olhava-o espantado pela atitude , até que não se conteve :
- Então , não sabe conduzir o animal ?? Ou precisa de alguma coisa ?? ( perguntou o Chico , começando a ficar com nervoso miudinho ) .
- Quem é que te disse que não sei conduzir a égua ? Até te conduzia a ti daqui para fora ... ( disse o velho Justino em tom ameaçador ) .
- Ora aí está uma coisa de que nunca terá prazer , deixe-me passar ... ( disse o Chico de forma mais alterada ) .
- Nunca fui com as tuas trombas , e se julgas que estou esquecido , enganas-te ... ( continuava o velho Justino com a brutalidade de sempre ) .
- Olhe , já somos dois , mas devia ver-se ao espelho , porque aqui na aldeia , nem do seu cheiro gostam . Quanto a mim , vejo que a opinião é diferente . Vossemecê tem sido um cão toda a vida , o que a sua família tem sofrido . ( dizia Chico , começando a perder as estribeiras , e aumentando o tom de voz ) .
- Devia-te ter abatido logo da primeira vez , em tentaste desencaminhar a minha Vera , cão ... ( dizia o Justino completamente fora de si , sintoma de malvadez , e ajudado pelo vinho ) .
- Talvez a sua filha tivesse melhor sorte , mas pode ficar descansado que nada quero dela , pode lá ficar com o marido que vossemecê lhe impingiu . E pelo que ouvi dizer , também é uma rés igual a si ... ( disse o Chico descontrolado pegando novamente no carro de mão ) .
A égua , estava inquieta com a discussão , começando a movimentar-se sem obedecer às rédeas .
O Chico , à primeira oportunidade passou , deixando atrás de si o velho Justino furioso .
Completamente desvairado , Justino pegou na caçadeira e apontou-a ás costas de Chico , que ainda mal tinha dado uma dúzia de passos . Para sorte de Chico , no preciso momento em que Justino premiu o gatilho , a égua inquieta , guinou desviando a mira , os chumbos passaram a palmos do corpo de Chico . O som do tiro ecoou por toda a aldeia , os pássaros nas arvores levantaram voo assustados , a vizinhança alertada com o tiro , sim , porque fora o som de um tiro , assomaram-se à porta a receio , tentando perceber o que se passava . O Chico estava pálido , sentira o silvar dos chumbos muito próximo de si , largou o carro de mão , cerrou os punhos de raiva , mas não olhou para trás .
Em breves momentos, as imagens da vida percorreram-lhe o cérebro , e decidiu em não ripostar . Pegou novamente no carro e avançou , como se nada tivesse acontecido .
O pai de Vera , caindo na realidade , e dando conta do erro que cometera , cravou novamente as esporas na coitada da égua , que galopou a toda a velocidade para fora da aldeia .
O Custódio , ainda em casa dos pais , sentado num cortiço conversando com a mãe , estremeceu ao ouvir o som do tiro . Decerto que tinha sido o pai , saíra à tão pouco tempo e o som vinha de tão próximo ... de um pulo pusera-se de pé , correndo de imediato para a rua , já na rua tomou caminho na direcção que o pai tomara . Correu até à praça , ali tentou perceber se algo de estranho se passava , mas não encontrou ninguém , a noite tinha sido de balho , e ainda estava tudo recolhido , deu uma volta pela praça , mas desistiu ... Se houvessem más noticias , logo se saberiam , pensou ele , e regressou para junto da mãe .
Quase a chegar a casa , Chico era interpolado pelos vizinhos , que iam perguntando o que tinha acontecido , mas reservado como era , nada foi adiantando , seguindo o seu caminho , pensando ainda na sorte que tivera .
Chegado a casa despejou os cântaros para dentro dos potes e voltou à bica como se nada tivesse acontecido . Chico cumpriu o ritual mais umas quantas vezes sem nada recear , tendo enchido todos os reservatórios de água , tal como a mãe lhe havia pedido .
A meio da manhã , como habitual aos domingos , Afonso foi para casa do primo , para continuarem a reparar a carroça velha que o pai de Chico deixara . Pelo caminho , quase a chegar à casa de Chico , uma vizinha contou-lhe o sucedido , tendo o primo Afonso ficado boquiaberto .
Afonso , quando chegou a casa do primo Chico , já ele andava de volta da carroça , com um vidro partido , raspava a tinta velha dos varais :
- Bom dia Chico , xissa que tu nem dormes , pá !! Isto foi promessa ou quê ?? ( disse-lhe Afonso , evitando começar a conversa pelo que tinha acabado de saber ) .
- Bom dia primo ... ( Cumprimentou o Chico , enquanto limpava o suor da testa ao lenço ) .
- Xi pá , grandes ganas ... ( continuava o primo )
- Isto é para ser feito , não é para se ir fazendo . ( dizia o Chico recomeçando a labuta ) .
Ao ouvirem a voz do primo , os irmãos mais novitos de Chico ( Maria João e Pedro ), vieram a correr para o quintal , eles adoravam o primo . E durante um bom pedaço de tempo , Afonso e os primos , brincaram numa alegre algazarra , às cavalitas , ao agarra-agarra indo-se esconder a trás do irmão , até que Chico rindo reclamou :
- Então o que é isto , não trabalham nem deixam trabalhar ?? Raspem-se já daqui ... Raspem-se daqui ... ( Dizia Chico com boa disposição , sem se lembrar do grave sucedido da manhã ) .
Entretanto , a mãe de Chico veio ao alpendre cumprimentar o sobrinho , já ele andava de volta dos trabalhos na carroça , devido á reclamação do primo :
- Bom dia sobrinho , que zaragata era esta ?
- Bom dia tia , era com os rapazes pequenos ... Eles gostam dum bocadinho de entretenga , e fiz-lhes o gosto ... ( disse Afonso à tia , dona Anacleta ) .
Quando as crianças e a tia entraram para dentro , Afonso enquanto trabalhava ,puxou a triste conversa :
- Então Chico , não queres contar o que se passou esta manhã cedo , na bica ??... ( perguntou o Afonso , procurando saber o que se tinha passado pela própria boca do primo ) .
Mas chico fechou-se em copas , tentando evitar a pergunta do primo . Nesse instante , batem ao portão do quintal ao que Chico respondeu :
- Vá entrando , está aberto !!! ( disse o Chico , desconhecendo por completo quem seria ) .
Quando entraram , Chico ficou bastante admirado ...
.
.Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência
.
Moinante = A.J.S.B.
Continua brevemente ..

***********************************************************

.
Comentários ( diga de sua justiça ) Tesoiradas : . . .
Estava tudo muito bem quando no fim do texto leio:

Continua brevemente
 
. . .
Fico à espera da continuação...Beijinhos e bom fim-de-semana.
 
. . .
Morena :
Se não gostas pôe à borda do prato ...
Um bom fim de semana tanbém para ti .

Graça :
Claro que vai haver continuação , e estou grato pela tua visita . Um bom fim de semana ai para o nosso jardim .
 
. . .
Passei para ver os amigos, apreciar o blogue, sempre com bom-gosto e qualidade, factor que me leva a visitá-lo para deixar o desejo dum óptimo fim-de-semana, apesar deste frio que enregela, mas como diz o povo «mãos frias, coração quente».
 
. . .
Continua....
Abraço
Paulo
 
. . .
Amigo Jofre Alves :
Obrigado pelas calorosas palavras ,um bom fim de semana também para si aí em Coura , apesar do frio .

Amigo Paulo sempre :
Um grande abraço também para ti e um bom fim de semana .
 
. . .
mais uma vez nota maxima , qualquer dia rebentas coma escala ...
bfs moinante .
 
. . .
Xana :
Nem tudo ao mar , nem tudo à terra !!! Digamos que é aceitável , simplesmente ...
Um óptimo fim de semana .
E grato pelas palavras ...
 
. . .
Amigo Moinante, também já tive uma égua destas.
Ainda hoje choro a sua perda!
Mas a sacana fugiu com um cavalo dos cristãos logo depois da batalha de Castro.
Bom fim de semana, amigo Moinante e porta-te bem se puderes
 
. . .
Ficamos a aguardar o desenvolvimento...

Um grande abraço!
 
. . .
Al Mutamid :

Um comentário à altura , sim senhor ...
Farei os possiveis , se me deixarem ...
Um bom fim de semana .


Amigo Faria :

Um óptimo fim de semana .
E grato pelas palavras ...
 
. . .
Mais uma vez todo este imaginário alentejano em destaque. A égua, as zangas resolvidas com ameaças de caçadeira...Aguardo a continuação.
Bom fim de semana!
 
. . .
Sem duvidas isto é uma novela , não tem nada haver com essas que vemos por aí...
bravo , bravo ,bravo ...
 
. . .
Capitão-Mor:
É a magia dos tempos de outrora , do alentejo , que sempre foi fértil em histórias ...
Grato pelas palavras e um optimo fim de semana aí em terras de Vera Cruz .

Damásio :
Xissa homem , que exagero ... Quem te ouvir até julga ...
 
. . .
espero continuação
continua um espectáculo ...
 
. . .
Muita informação neste blog. Gostei! Parabens!
 
. . .
Walter amigo :
Obrigado pelas palavras ...

António Caeiro :
Fico muito grato pela retribuição e pelas palavras ...

Um grande abraço!
 
. . .
Obrigado pela visita e, principalmente, pelas palavras simpáticas que deixou no Alvitrando.
Não conheci este seu blog, de cuja apresentação gostei muito. Voltarei para apreciar melhor os conteúdos.
 
. . .
Este comentário foi removido pelo autor.
 
. . .
Que se passou entre o Chico e o pai da Vera? Quem vem lá no portão?
 
. . .
Ig :
Volte sempre .Será sempre bem recebido .E obrigado pelas palavras , que aqui deixou .

Alexandra :
A resposta à primeira pergunta , está neste episódio . Quanto á segunda , é segredo !!!
Grato pela visita .
 
. . .
não posso perder o próximo episódio
estoua ficar agarrado a esta cena ...
 
. . .
Olá Moinante!!!

UF!!
Tantos dias sem aparecer, agora tive que estar a ler tudo!!! Mas adorei, e tá a ir muito bem!!!
Continua, continua!!!!

Beijinhos!!!
:))
 
. . .
Cá estou a visitar seu ferrolho..
E dizer-te que gostei, amei, sua visita tão agradável..
Voltes..mas voltes mesmo viu??
*
Um abraço carinhoso e bom domingo!!!
 
. . .
Ventoso :
Pelos vistos , vou ter que arranjar um antídoto ...

Elsa :
As tuas palavras , tal como as de muitos outros , têm sido o motivo da minha inspiração .
Nunca pensei que esta prova fosse tão dura , mas não vou desistir .

Roby :
Claro que voltarei , tudo depende do tempo , mas voltarei com certeza ...
Um abraço deste nosso cantinho Lusitano e um óptimo Domingo .
 
. . .
Obrigado pela visita e felicito-o por este belo blog.

Abraço
 
. . .
o que dizer estes gajos ja disseram tudo !!!!!!!!! ...

*****
 
. . .
Ando por aí :
Mas disseram o quê ?
volta sempre meu ganda maluco ...
 
. . .
Moinante, tenho de ler os outros primeiro lol ..........
 
. . .
Alien :
Estás á vontade , estas páginas estão sempre à disposição de quem queira ler ...
Obrigado pela visita .
 
. . .
Hoje, resolvi ler a história desde o princípio outra vez!

Tal como referi no comentário anterior... fiquei " presa" ao
argumento...

Fico a esperar a continuação de novos capítulos!

Ahh... Quero dar-lhe os meus parabens, não só pela história...
mas sim também, em ter transformado o blog como de um livro se tratasse.
Boa Iniciativa!

Abraço amigo duma Alentejana,
Maria
 
. . .
obrigada pela visita lá no estaminé!!
;)
o teu blog também é interessante!!
;)
 
. . .
Maria Valadas :
Estou-lhe muito grato pelas suas palavras , um grande abraço e saudações alentejanas .

Nana :
obrigado pela visita cá ao meu " ferrolho " volta sempre .
Abraços , bloguistas ...
 
. . .
"entretenga" é um termo tipicamente alentejano.

Obrigado pela visita ao blogue, que não é blogue, mas apenas uma colectânea de poetas e de poemas de que gosto.

Boa semana
 
. . .
Obrigado, pela tua visita :) hoje venho passear tb por estes "campos" e vou-me sentar um bocadinho por aqui a ler-te.
 
. . .
Peter :
Emmep :
A cordialidade é melhor forma de criar amigos , também gostei das vossas visitas , aparençam sempre .
 
. . .
um blog como poucos na blogoesfera muito bom muito agradavel e de facil leitura , merecia muitos mais visitantes e comentários
 
. . .
A visita está efectuada mas já não é a primeira, apenas nunca tinha entrado mesmo com o ferrolho da porta aberta...
SAudações Alentejanas compadre e continue, a sua trabalheira justifica pelo resultado.
AJRamos
 
. . .
Fiquei aliviada... ainda bem que o maledeto errou o tiro...
Também tenho gostado dos pormenores, embora algumas palavras eu tenha que procurar no dicionário....

Beijinhos
 
. . . Enviar um comentário



<< Página Principal

This page is powered by Blogger. Isn't yours?