tascanight.blogspot.com               " Conversas sem ferrolho !!!? "                         Deseja boas vindas ao visitante                         Passe um momento agradável na nossa companhia   

" Conversas sem ferrolho !!!? ": « Amar um " filho " , sem ser pai ... » *
***********************************************************
* * « EM SITUAÇÃO DE INCENDIO LIGUE 112 ou 117 . Ajude a protejer . » *
***********************************************************
Anúncio sem fins lucrativos , é o café da malta .
*
* SmileyCentral.com " Click aqui para mais informações " SmileyCentral.com
" Como lá chegar "
*
***********************************************************
*
. . * O tempo. Avisos da Protecção civil. Conselhos a seguir. *
* Previsões para os próximos dias *

***********************************************************

Porque pode acontecer a todos nós .

.

Telefone: 282 405 400

e-mail: dic.portimao@pj.pt

***********************************************************

. .
***********************************************************
" agloco " regista-te clica aqui .
***********************************************************

.

-  Edição de 07 fevereiro, 2007 -

 

« Amar um " filho " , sem ser pai ... »


.Talvez seja um blog romance .

Continuação. .

.

.......................................( VIII Parte ) .
.
..
.
Junto à porta do irmão Custódio , Vera conversava com a cunhada Odete e mais uma vizinha . Os olhos de Chico , brilharam , há anos que não a via , e mesmo prenha continuava linda . Conforme iam avançando , Afonso apercebendo-se da visão de Chico , deu-lhe uma palmada nas costas , dizendo :
- Estás vendo , apesar de tudo , hoje é o teu dia de sorte !! ( disse-lhe Afonso em ar de gozo ) .
- Vá lá , mata as saudades ... ( disse-lhe Vitorino , enquanto lhe dava um encontrão de brincadeira ) .
Chico sem se desmanchar , encolheu os ombros , mas o seu rosto tinha mudado completamente de feição , e sem se dar conta alargou o passo , obrigando os restantes a acompanharem-no .
Nesse instante Custódio sai de casa , com a mãe , começando a descer a rua na direcção de Chico e dos primos . No momento em que se cruzaram , Custódio parou para falar com Chico :
- Então Chico , tal correu a palestra com o cabo ? ( perguntou Custódio hesitante ) .
- Fica descansado , porque nada disse além da verdade ...( respondeu Chico em tom amistoso ) .
- E o tiro ? ( perguntou dona Filomena , receosa ) .
- Aquilo foi só para me meter medo ( pensava ele ) ... e a discussão foi a mesma do costume , ele está a atravessar um mau bocado e o vinho em nada o ajuda . ( Disse Chico , sem querer preocupar os familiares de Vera . Enquanto falava , não tirava os olhos da Vera , era mais forte que ele ) .
- Pois é , tens razão , vou agora a ver se o encontro , para o levar ao cabo da Guarda , ele precisa de uns apertões . ( disse Custódio , despedindo-se ) .
- Com calma tudo se resolve ... ( disse Vitorino para os confortar ) .
E seguiram , caminho .
Vera continuava a conversar , mas já tinha dado pela presença do Chico , mas ali ficou , como que presa pela emoção de voltar a ver o Chico .
Os três foram caminhando até chegarem à porta de casa da prima , Vitorino e Afonso cumprimentaram a vizinhança , mas Chico por último, ali ficou especado por uns segundos , até que se decidiu :
- Olá Vera , como estás , há muito tempo que não te via ... ( disse Chico numa voz quase arrancada a ferros ) .
Ignorando por completo as restantes presentes , que entraram para casa de Odete , para os deixarem a sós .
- Menos mal , a vida não me corre de feição , como tu sabes ... ( disse-lhe Vera com rubor nas faces ) .
- Tens de ter calma , e pensar na benção, que aí trazes , o resto tudo se resolve ... ( disse ele tentando anima-la ) .
- Tens razão , mas com as coisas que o meu pai faz , e aquele bandido que me abandonou ... ( disse ela começando a ficar com os olhos alagados ) .
- Tem calma , talvez até fosse melhor assim , tens de dar tempo ao tempo . Pode ser que ele volte , e o teu pai pode ser melhore . ( dizia Chico , ao contrário do que pensava ) .
- Voltar para ele , nem morta ... e o meu pai que se dane , porque vou refazer a minha vida , custe o que custar , em tudo , agradeço aos que nunca me abandonaram ... ( disse Vera , olhando para Chico com o tal brilho nos olhos , que ele tão bem conhecia ) .
- Acho bem que penses assim , mostras que és uma mulher de armas , e isso agrada-me ouvir . ( disse-lhe Chico , também com um brilho diferente nos olhos , e era o que desejava ouvir , de certa forma )
Entretanto , de dentro da casa de Vitorino alguém gritava :
- Chico , se não te despachas , passas por baixo da mesa ...
- Vai Chico , gostei de falar contigo , continuas o mesmo de sempre , calmo e atencioso ... ( disse Vera entrando em casa do irmão ).
E olharam-se , olhos nos olhos , como noutros tempos ... e aquele mútuo arrepio na pele , dizia tudo .
- Gostei de te ver Vera , cont... ( ele quis , continuar mas a voz embargara-se ) .
O que ele desejou dizer-lhe o que sentia , o quanto a amava , mas não era o momento certo , tal como a sua prima lhe dissera , é melhor dar tempo ao tempo , e ela parecia muito senhora de si .
Pelo menos não queria ver o marido , nem por sombras , já era uma grande ajuda .
Entretanto , em casa dos pais de Custódio , nem sombras de Justino . A preocupação , começava a dar lugar ao desespero . Por onde ele andaria , normalmente , quando saí a para a caça , voltava sempre para o almoço , mas o com o que acontecera nessa madrugada , pensava-se o pior . Isto estava a começar a dar com Custódio em doido , sua mãe rezava ... Foi quando Custódio se lembrou , será que ele cumpriu ,com o que prometera no dia anterior , ir a casa dos compadres , tirar tudo a pratos limpos ...



.
.Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência
.
Moinante = A.J.S.B.
.
Continua brevemente ..


***********************************************************

.
Comentários ( diga de sua justiça ) Tesoiradas : . . .
Vim retribuir a visita!
Mas, ou é o meu monitor, ou as letras estão enormes???
Um abraço
 
. . .
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
. . .
vi agradecer a visita ao meu blog, grandes coisas, peço desculpa por só hoje ter dado por ela. O meu blog principal é o pequenas coisas, aquele só serve de apoio para algumas imagens. pediste o link, aqui fica ele.
http://velharias-traquitanas.blogspot.com/
(do principal)
Mais uma vez desculpa até estou envergonhada por tratar asim as visitas.
Noite feliz
 
. . .
ola;
o tamanho dos textos não importa, importa mesmo é a qualidade! E isso por aqui não falta!!
da vontade e gosto de ler, e de esperar para conhecer o resto da historia :)
Um abraço;
 
. . .
Mais resto??? Quando voltas a ser o Moinante de antes? Estou farta de ti na versão "tenho a mania que sei escrever". Pois pois, o pessoal diz que gosta. Dah, o pessoal também mente!
 
. . .
:))
 
. . .
Devo andar com problemas de interpretação! :) Eu pensava que tinha acabado no capítulo anterior. Ops!
 
. . .
Bom fim de semana.
 
. . .
Volto sempre com agrado para acompanhar a história, com intensidade, pois amar um filho é algo extraordinário. Óptimo fim-de-semana.
 
. . .
Caro Moinante,

Vim visitar o seu blogue e agradecer-lhe a sua visita ao meu! Bem o seu blogue é "muito mais evoluído" com coisas e anúncios que não seu ainda por no meu. Parabéns, pelo blogue e pela "estória" tão interessante... Ficasse com vontade de saber o resto.

O Pirata
 
. . .
Espero que o teu voto hoje tenha sido certo para haver esperanca tambem para muitos.
Abracos!
 
. . .
a história continua a fluir no bom sentido e eu adoro .
 
. . .
adoro a tua escrita ...
 
. . .
Olá!!!

Tá muito bom!
Continua!!!

Bj
:)
 
. . .
o que importa é a vontade , o sentimento , partilhar .e como a maior parte dos blogues não passam de jana , notasse que há gajos com inveja . continua moinante porque está espetacular
 
. . .
O episódio 2 da Noitada já está pronto!
 
. . . Enviar um comentário



<< Página Principal

This page is powered by Blogger. Isn't yours?