tascanight.blogspot.com               " Conversas sem ferrolho !!!? "                         Deseja boas vindas ao visitante                         Passe um momento agradável na nossa companhia   

" Conversas sem ferrolho !!!? " *
***********************************************************
* * « EM SITUAÇÃO DE INCENDIO LIGUE 112 ou 117 . Ajude a protejer . » *
***********************************************************
Anúncio sem fins lucrativos , é o café da malta .
*
* SmileyCentral.com " Click aqui para mais informações " SmileyCentral.com
" Como lá chegar "
*
***********************************************************
*
. . * O tempo. Avisos da Protecção civil. Conselhos a seguir. *
* Previsões para os próximos dias *

***********************************************************

Porque pode acontecer a todos nós .

.

Telefone: 282 405 400

e-mail: dic.portimao@pj.pt

***********************************************************

. .
***********************************************************
" agloco " regista-te clica aqui .
***********************************************************

.

-  Edição de 21 junho, 2007 -

 
.( Mini blog-romance - Ficção ).
.
( IV Episódio )

..
.
" Natércia "
( A Sopeira Dos Sonhos Traídos )
.

.


........Natércia nem queria acreditar , era a voz do senhor Almiro , o carteiro :
- Natércia , Natércia . ( Continuava ele a chamar , desalmado ) .
- Estou a ir ... ( Respondeu ela , corria de tal forma , que nem sentia o peso dos tamancos ) .
- Tens aqui uma carta rapariga , vem de Lisboa , despacha-te que tenho mais que fazer . ( Disse o velho Almiro , carteiro toda a vida naquelas paragens , ao ver a rapariga a correr apressada ) .
- Ai senhor Almiro obrigada , há tanto tempo que a esperava . ( Disse Natércia , assim que chegou junto do carteiro ) .
.......Atrapalhada , limpou as mãos ao avental , pegando na carta de seguida . Olhou para a carta e voltou-a , tornou a voltá-la e mais volta que volta . Mas , aquelas letras de azul permanente nada lhe diziam . Correu para casa e entrou a chamar pela mãe :
- Senhora minha mãe , senhora minha mãe . ( Gritava ela , delirante ) .
O que foi rapariga , que gritaria é essa ? ( Respondeu a sua mãe em sobressalto ) .
- Acabou de chegar ! ( Disse Natércia para a sua mãe , ao mesmo tempo que mostrava o envelope ) .
.....Os olhos de sua sua mãe , Dona Arminda , empalideceram ao verem a carta , apenas olhou sem reagir . O seu coração palpitou , mas tentou não dar importância .
- Posso ir agora a casa da Dona Gracinda ? ( Continuou ela , na sua euforia de adolescente , ansiosa ) .
- Não , espera pelo senhor teu pai , sabes que a palavra dele ... ( Respondeu-lhe a mãe sem continuar ) .
- Está bem , eu já sei . ( Disse a rapariga , conformando-se ) .
......Natércia , Olhou para a sua mãe , sem nada dizer , aconchegou por momentos a carta junto ao coração , depois guardou-a no bolso do avental cuidadosamente . Nunca lhe tinha custado tanto passar meia dúzia de horas .
......O dia chegava ao fim , ao longe ouvia-se o soar do rebanho no seu compasso certo , pesado de cansaço . À frente vinha o pobre do seu irmão , que guiava aquele imenso rebanho , visto ao longe , ao crepúsculo , mais parecia um mar , onde o sobe e desce do movimento dos animais , o ondular da água encrespada pelo vento incerto . A trás , o seu pai acompanhado da fidelidade , negava o atraso aos mais lentos , noviços e velhos eram incentivados pelo bordão e pela voz da ordem . O som cada vez mais próximo , era o sinal do iniciar dos mesmos rituais de sempre . Por fim o rebanho chegava agastado . Chegados à cerca , havia que os separar , machos e noviços para um lado , fêmeas para outro . De baldes com água juntos a cada um , de rudilha na mão , os irmãos mais novos lavavam as tetas das cabras e das ovelhas , Natércia e os seus pais ordenhavam uma a uma num ritual que parecia não ter fim . A irmã Clarisse , enchia os cântaros do leite que era para ser vendido , o restante , uma pequena parte dele ia para a fervura , ficando a coalhar para a tarefa do dia seguinte . Por fim a labuta chegava ao fim , exaustos , ansiavam pela seia , que algum tempo depois era servida . No decorrer da seia , Dona Arminda informou o marido de que chegara uma carta para a Natércia . O homem , ao tomar conhecimento franzio o sobrolho , de pensativo . Chegado o fim da refeição e , depois de falar com a mulher a sós , lá se decidiu ir com a filha a casa de Dona Gracinda ...


.António B. (Moinante)
.
.
.Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência .

.Continua brevemente ..

Etiquetas:


***********************************************************

.
Comentários ( diga de sua justiça ) Tesoiradas : . . .
Bonita, muito poética a definição:os olhos de sua mãe "empalideceram ao verem a carta". Posso imaginar o que se passou no coração da moça! Espero que as notícias não a desiludam.

Um abraço
 
. . .
Adorei!
Beijinhossss
 
. . .
Como é real! O mar ondulante de um rebanho em marcha, o tilintar dos chocalhos pelos cabeços agrestes, a ordenha e claro o sonho de Natércia...
Como sempre uma delícia de se ler.
Beijo doce
 
. . .
sinto a ansiedade de Natércia......
 
. . .
Querido amigo,

Então... deixas- me ansiosa por ler o próximo capitulo da história da Natércia!!!

Ahhh... como compreendo a ansiedade dela!!

E de que maneira!

Não demores muito tempo a escrever...

Beijos e abraços da

Maria
 
. . .
Hum...
Bom dia...
Depois falarei de Natércia...
Agora queria pedir-te q passasses na minha "casinha"

Um beijo de Bom Dia (",)

Até lá (*)
 
. . .
Bom dia. Mas afinal isto é que é matar uma pessoa de curiosidade. Não demores, bom fds
 
. . .
A cada "capitulo" a curiosidade aumenta.... como irá terminar este "Conto"?
Aguardo e leio pacientemente :)

Beijooo

Até já!**
 
. . .
Olá António !

A menina quase desespera cheia de vontade em sair do campo para a cidade !!!

Nas tuas Palavras nascem imagens desse interior mágico e cheio de sons e aromas deliciosos ... aromas puros do campo ....

Como sempre este Conto está efervescente ...rsss

Um Grande Abraço e um Bom fim de semana !!!
 
. . .
Quero ler o resto para dar opinião...

Gira a vida em sua roda, invisível, celebro os dons da terra com a aurora, no espelho desta lagoa em arrepio, vejo um conhecido rosto que chora.

Bom fim de semana
Abraço
 
. . .
Mas olha só!!!
LIndo,lindo!

Vim retribuir uma visita e deparo-me com um blog lindo que me lembro de ter visitado antes por acaso, mas depois perdi o contacto...

Voltarei logo para te ler com mais calma.

Até já

Fa-
 
. . .
Venho agradecer o convite e o prémio deixado lá na horta.É sempre bom saber que temos alguma plantinha importante para "alguém".Muito obrigada
 
. . .
Um Momento... disse...
Moinante

Meu Amigo

Depois de "te descobrir"
entre tantas outras maravilhas
Não mais esqueci
o caminho da tua casa
Simplesmente vou...
sento-me e aprecio a sua decoração
O seu recheio...
a sua beleza na arte de bem preencher ..
um Coração
Grata por Existires
No mundo fazem falta
pessoas como Tu...
Com um Coração tão Recheado ...
de Amor

Um beijo e um sincero abraço(*)

Agora... Bom S.João!!
Com o martelo sempre á mão!!:D
 
. . .
Gostei bastante mesmo.

_____BOM__FIM DE__SEMANA!
_____LET__THE__SUN__SHINE
______IN___YOUR___SMILE___
____8888888888888888888888
_____88888888888888888888
_______8888888888888888
_________888888888888
______________**
____####______**______####
___#######____**____#######
____#######___**___#######
_____######__**__######
________#####_**_#####
__________####**####
___________###**###
____________##**##
_____________#**#___________

Beijinhos
 
. . .
Quanto anseia Natércia...
Neste conto , revivo a minha "leve" passagem pela aldeia dos meus pais...
Como eram belos esses Momentos ... que já não voltam mais
Um Beijo e um Sorriso...
Esperando pela Bela continuação De tão bela narração(",)

(*)
 
. . .
Cá estou eu mais uma vez.... desta feita não te trago um prémio, mas sim uma Votação :)
Estás nomeado por mim...
http://sentadanaareia.blogspot.com/2007/06/nomeaes-para.html

Beijooo

Até já!**
 
. . .
Olá António.
Eu a pensar que ia ser desta que iria ser revelado o conteúdo da carta mas afinal não... lol
Pelo menos já tem a carta no bolso, o que é bom sinal.
Beijinhos
 
. . .
Moinante:
Adorei a leitura deste blogromance que não conhecia.
Fui lendo de diante para trás e depois de tás para diante como devia...
Vou ficar fã!
Beijo
 
. . .
Tou a gostar de seguir esta história!
Beijos
 
. . .
Olá, António...
Está a ficar cada vez mais interessante esta "poesia em prosa"... Aguardo o próximo capítulo.

BOM FIM DE SEMANA...
 
. . .
E a carta Moinante? Que diz a carta? Abre-a depressa e satisfaz a minha curiosiade.
Quanto te leio dá-me a sensação que se visse um dos teus personagens na rua os reconheceria pela forma como os descreves.

Um beijinho

Resto de noite feliz.
 
. . .
Venho levar-te no barquinho perdido no nevoeiro e faze-lo ancorar em porto seguro, o da amizade e da ternura, obrigada pelas palavras.
Beijo grande e doce, bom fim de semana meu querido amigo.
 
. . .
Olá meu amigo,

Não! Não penses que vinha á espera de encontrar mais um capítulo da história da Natércia..mas da qual espero ansiosamente!

Hoje, vim só informar- te que o endereço do meu link tem uma pequena alteração:

http://oblogdaspalavras.blogspot.com/

Bom fim de semana

Beijo da

Maria
 
. . .
muito bom, faz-me lembrar quando lia, gulosamente, os livros do Júlio Diniz.
um abraço de fim de semana.
 
. . .
E quem aguenta a ansiedade, à espera dessas notícias? :)**
 
. . .
Foste Nomeado em http://fotosdanadir.blogspot.com/2007/06/nomeada-nomeados.html
Beijinhos
Nadir
 
. . .
Bom dia (",)
Tenho um TREVINHO para ti...(",)
Passa na minha casinha sff...
está lá plantado
Um beijo , um sorriso
e um Bom Domingo(*)
 
. . .
Olá amigo,

cá vim eu mais uma vez ler-te.

Deixas transparecer coisas muito bonitas como sejam, os sentimentos das várias personagens (ansiedade da Natércia e, porque não também a da mãe), o respeito/submissão às figuras parentais, tão importantes num meio tão pequeno e ainda mais... o Pai, figura final de quem tudo depende!

Mas, este Pai já fez o que lhe competia, resta agora a leitura das tão ansiadas palavras...

Aguardo então! :)

Bjs e bom domingo.
 
. . .
E aqui vou continuar à espera do seguinte...
Adorei esta parte.
Jinhos mil
 
. . .
Continua soberbo
beijos
 
. . .
Natércia, tão doce e humilde...aguardo o desenrolar...

Bjs. Óptima semana.
 
. . .
Mal posso esperar pela leitura dessa carta. Que não demore muito o Próximo capítulo.

Beijinhos
 
. . . Enviar um comentário



<< Página Principal

This page is powered by Blogger. Isn't yours?